Pensamento por Mim Mesmo - As Frases de Fabian Balbinot

26/10/13 - Receio de cumprimentar

Por que será que tenho tanto receio de cumprimentar as mulheres que eu desejo e os homens que eu admiro?

25/10/13 - Ilusão-desilusão

Ilusão e desilusão são antônimos-sinônimos; ambos conseguem, ao mesmo tempo, ser tanto ilusão quanto desilusão.

24/10/13 - Medo da escuridão

Só temos medo da escuridão por não podermos ver o que há - e podermos imaginar o que não há - embrenhado na escuridão.

22/10/13 - Sentido e direção

Desconfio que metade das coisas que eu escrevo não tem sentido. A outra metade parece só não ter direção.

21/10/13 - Apego à sobrevivência

A espécie humana é uma das poucas espécies animais em que o apego à sobrevivência é diretamente proporcional à idade do indivíduo.

20/10/13 - Nas mãos de Deus

Gosto de ver um atleta que jogou todo o seu esforço nas mãos de Deus sendo derrotado. Isso prova que Deus, caso exista, ao menos é imparcial.

19/10/13 - Greves, reajustes, inflação

Não gosto das greves no Brasil, pois elas originam reajustes. Não gosto dos reajustes no Brasil, pois eles originam a inflação. Não gosto da inflação no Brasil, pois ela origina novas greves.

18/10/13 - Loucos e charlatães

Creio ser normal que todo louco que se preze acabe desconfiando de todos os demais loucos como prováveis charlatães.

17/10/13 - Modifique seu discurso

Modifique seu discurso de vez em quando. Oradores que dizem sempre as mesmas coisas tendem a perder a admiração da metade inteligente de seus ouvintes - e a transformar a metade ignorante em um bando de fanáticos, o que é ainda pior.

16/10/13 - Estatísticas

Algo me diz que em torno de 40% dos trabalhadores que trabalham 40 horas semanais não trabalham mais de 40% dessas horas, se tanto.

15/10/13 - Feliz (?) Dia do Professor

Feliz dia do professor? Por quê? Estamos abaixo da linha da miséria em educação se comparados ao resto do mundo. Nossos professores recebem merreca para lecionar como há 20 anos atrás, desatualizados que estão. Nossos alunos são aprendizes de criminosos. Nossas escolas caem aos pedaços. Meus pêsames pelo dia do professor parece ser mais de acordo...

14/10/13 - Boas ideias

Irrita-me quando tenho duas boas ideias ao mesmo tempo - em geral esqueço de uma delas antes de poder tirar qualquer proveito.

12/10/13 - Dia da criança cada vez mais sem infância

Dia da criança cada vez mais sem infância, no país onde as crianças descobrem diariamente que o crime compensa, que as drogas e bebedeiras são um barato, que rebolar e mostrar o corpo é ter talento, que seus pais mandam mais que um diretor de escola e seu professor e seus coleguinhas devem permanecer calados ou aguentar as consequências...

11/10/13 - Poucos talentos

As pessoas de poucos talentos têm esse costume de comprovar a limitação de suas capacidades de muitas maneiras, em geral bem diversificadas.

10/10/13 - Carreiras meteóricas

As estrelas da música de hoje têm carreiras absolutamente meteóricas, deixando de ser sucesso em uns poucos anos. Se a coisa continuar nesse ritmo, muito em breve os super astros vão subir ao estrelato e deixar de ser sucesso em meses.

09/10/13 - Maravilhas do mundo informatizado

Sabe aquele momento em que pifa o computador, celular, tablet, caixa eletrônico ou outra maravilha do mundo informatizado da qual você depende, e você reaprende até mesmo a rezar de tanto pavor?...

08/10/13 - Caxias do Sul, capital nacional dos loucos

Elejo Caxias do Sul, minha cidade, a capital nacional dos loucos. Temos loucos anônimos e loucos de grande renome, loucos tradicionais, loucos folclóricos, diria até loucos históricos, donos de vasta biografia... mas que são, acima de tudo e indubitavelmente, loucos.

07/10/13 - Razão

Às vezes acho que sou a única pessoa com razão no mundo. E isso só serve pra me deixar completamente sem razão.

06/10/13 - Coisas desprezíveis

Tem uma porção de coisas que eu sempre considerei desprezíveis e jamais quis ter na vida. Por exemplo, celular, cartão de crédito e plano de saúde. O tempo passou e, hoje, tenho-as todas. Pior - não consigo mais achá-las assim tão desprezíveis.

05/10/13 - Estranhas tendências

Estranha a tendência que os cartórios têm de inventar sobrenomes, trocando letras de lugar. É bem parecida com a tendência que os pais têm de aportuguesar nomes de artistas famosos, das formas mais esdrúxulas, e colocá-los nos filhos.

03/10/13 - Nostalgia

Visitar um lugar de nossa infância, ouvir um disco que não se ouve há uma década, sentir um cheiro familiar que nos remete ao passado. Momentos marcantes que provam que poucas coisas podem ser mais intensas do que a nostalgia.

02/10/13 - Bagunça na política

Você acha que tem muita bagunça na política brasileira? Nem se compara à bagunça que há nas empresas brasileiras.

Doença e Cura